Vejam um ciclista, ele gosta de ajudar as pessoas e de preservar a natureza

Olá Visitante
 


 


SEJA UM REBAS COMPROMETIDO!!!

Grandiosa turma do Bem,

A coordenação do Grupo Rebas do Cerrado na expectativa de demarcar de forma responsável um momento importante da nossa história propõe a todos a seguinte campanha:

Seja Um Rebas Comprometido!!!

Assuma você integrante legítimo do grupo uma série de ações e atitudes visando a melhoria do nosso convívio e, principalmente o bem estar dos participantes dos eventos Rebas.

Justificativa da campanha

Em meio à crescente participação de ciclistas nos eventos Rebas com um destaque ao ano de 2012 identificamos alguns fatos, muito positivos, outros preocupantes envolvendo esta comunidade:

  • Temos registrado mais de 200 bikers na maior parte das trilhas, um movimento diferente em 8 anos de grupo. Apesar da base de inscritos na lista Rebas ter permanecido mais ou menos no mesmo patamar (aproximadamente 3.000 cadastrados);
  • O movimento informal e amigável do grupo mobiliza já há algum tempo a formação de outros grupos formados de Rebas que, embora de modo muito especial se movimentem independentes, carinhosamente se mantém fiéis aos nossos princípios e contribuições; a maioria organizando eventos paralelos e ao mesmo tempo participando legitimamente da nossa Santa Missa todos os domingos. Muito bom isso, pois, mostra o quanto é positivo disseminar o pedal do bem. São eles os Kachaças, Bolas Suadas, Maniakus e outros...
  • Contudo, já há um bom tempo sentimos a falta do surgimento de novos Padrinhos de Trilha. Essa iniciativa e participação é fundamental para o Rebas, não só para a exploração de novas trilhas, mas especialmente para se evitar que os demais fiquem sobrecarregados, como por exemplo o Gaúcho, o Bauru e outros.
  • Nos pontos marcados para o encontro antes da trilha, notamos que, quando da ausência de coordenadores, as pessoas ficam em dúvida sobre puxar a carreata, mesmo em trilhas centrais ou de acesso conhecido. Entendemos que puxar a carreata é uma iniciativa positiva plenamente possível e a cargo de qualquer Rebas; bastando que um, dois ou mais integrantes tomem a frente na hora marcada.
  • Observam-se nas trilhas situações em que integrantes se recusam a um apoio ou a um socorro à companheiros. Isso nos alerta para um fato: sabemos que nem todos os bikers de todos os domingos são legitimamente Rebas. Alguns aparecem para experimentar o nosso ambiente; outros, embora participem, demonstram não aderir aos nossos princípios e valores; e há aqueles que vêm, desaparecem, e depois voltam. Contudo, é comum ouvirmos de pessoas que participam com freqüência de nossas trilhas a seguinte frase: “ vou domingo na trilha dos Rebas”... Isso pode até que se explique pelos valores de liberdade que pregamos, mas não pode ser um contraponto de peso aos demais valores de solidariedade e cooperação.
  • Outra questão que revela a presença de participantes sem compromisso é a recorrência de lixo nas trilhas. Pregamos respeito ao meio ambiente não como algo politicamente correto; mas pela consciência que temos do dever de preservar e proteger o espaço que usamos da Natureza. Há, lamentavelmente, ocorrências de embalagens de alimentos e até de garrafas de bebidas largadas nas trilhas, como um rastro da falta de educação ambiental.
  • Um fato também muito importante e de preocupação é o pouco auxílio das pessoas na condução das trilhas. Falta mais iniciativa nestes momentos; não entendemos por quê. É fundamental que todos participem e se integrem ao grupo, pensando como puxadores e apoiadores ao longo do grupão e ao final na cozinha da trilha.
Enfim, iniciaremos algumas chamadas para a reflexão, convites formais nos nossos canais de comunicação, caso necessário, algumas alterações na metodologia de condução de trilhas. Mas acima de toda iniciativa por parte da coordenação ou comissão de trilhas queremos convidá-los a participarem deste movimento dando sugestões de melhorias e dentro do aspecto central desta mensagem assumindo a sua postura como UM REBAS COMPROMETIDO.

Janice Pereira
Coordenação do Rebas do Cerrado.

Marca registrada Rebas do Cerrado - Nota de rodapé do site
Webdesigner: Débora Alves

A primeira versão deste site foi construída por Eliézer Roberto Pereira , Bob King, um dos fundadores do Rebas do Cerrado que infelizmente nos deixou em dezembro de 2004.

Posteriormente o nosso amigo Marcelino Brandão Filho, também fundador e coordenador do grupo por 6 anos, desenvolveu com dedicação ímpar uma nova versão. Marcelino faleceu em julho de 2013 e além do site deixou entre outros legados importantes a padronização dos procedimentos de operacionalização e condução dos eventos Rebas.

Mantemos a página principal o mais próximo possível do desenho original em homenagem aos dois fundadores.

As marcas Rebas® e Rebas do Cerrado®, bem como o logotipo® do grupo Rebas do Cerrado são Marcas Registradas® pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial(INPI), com todos os Direitos Reservados.