Olá Visitante





 

Felipe
o mais novo Rebinha!


Carinhosa Homenagem ao Rebas do Cerrado!

Brasília, 17/09/2011.

No último dia oito de setembro recebi o maior presente da minha vida: meu filho nasceu! Uma emoção impossível de descrever em palavras, por isso prefiro nem tentar. Instantaneamente nosso pensamento, nosso foco, tudo passa a girar em torno dele. Queremos fazer tudo pra deixá-lo mais confortável, mais alimentado, bem educado, enfim, queremos tudo do melhor pra ele. Inclusive tornar o mundo um lugar melhor pra ele viver. Mas como fazer isso? Mudar o mundo é muito difícil. Será mesmo?

Aqui faço um pausa para contar como conheci o nosso grupo. Em 2005 eu tinha acabado de chegar a Brasília e estava sedentário, sem praticar esporte algum. Numa quinta-feira à tarde decidi comprar uma bicicleta. Saí do trabalho, comprei uma bike bem simples e descobri que existia o Pedal Noturno. Na sexta-feira lá estava eu no Parque e neste momento minha vida mudou. Para sempre. Obrigado, Walter. Com o tempo os pedais na cidade foram se tornando monótonos, já não bastavam. Alguns amigos de Pedal Noturno (Lindenberg e Marcelo) me convidaram para uma trilha com um grupo de nome esquisito – Rebas do Cerrado. Vamos nessa! Primeira trilha: Baixo Delírio, 11 de setembro de 2005. Foi o suficiente pra eu me apaixonar. Me apaixonar pelas trilhas, pelo cerrado e pelo Rebas.

Voltando àquela história de mudar o mundo, será mesmo que é difícil? Eu não sei se é fácil ou difícil, mas depois que conheci o Rebas do Cerrado eu tenho certeza que é possível! Simplesmente porque é isso que o Rebas faz: torna o mundo um lugar melhor. Deixa o mundo com mais solidariedade, com mais respeito ao próximo, com uma relação mais saudável com o meio ambiente, deixa o mundo mais feliz!

Obrigado, Rebas do Cerrado, por tornar o mundo um lugar melhor pro Felipe!

Não tenho como pagar essa dívida com vocês, posso apenas agradecer e render esta singela homenagem.



Obrigado.

Rafael Oliveira Ribeiro

Marca registrada Rebas do Cerrado - Nota de rodapé do site

A primeira versão deste site foi desenvolvida por Eliézer Roberto Pereira, o Bob King, um dos fundadores do Rebas do Cerrado, falecido em dezembro de 2004. Uma nova versão foi elaborada por Marcelino Brandão Filho, também fundador e coordenador do grupo por 6 anos e um dos responsáveis pela introdução do jeito Rebas de organizar e conduzir nossos eventos. até seu falecimento em julho de 2013. Em homenagem aos dois fundadores procuramos manter o 'layout' original.

As marcas Rebas®, Rebas do Cerrado® e o logotipo®  do Grupo Rebas do Cerrado são Marcas Registradas® no Instituto Nacional de Propriedade Industrial(INPI). Todos os Direitos Reservados.