Vejam um ciclista, ele gosta de ajudar as pessoas e de preservar a natureza

Olá Visitante
 


 


Mais um Registro de Sucesso

Superando Limites 2010



Amigos do Grupo Rebas do Cerrado

Mais uma edição do Superando Limites. Mais uma vez experimentamos o sentimento de satisfação por uma missão cumprida!

Em 14 de Agosto de 2010 realizamos a 8ª. Edição desta bela festa do Grupo Rebas do Cerrado. Foram 300 participantes, o maior número já registrado em nossa história. As vagas foram disputadíssimas e acabaram em pouquíssimas horas. Foi surpreendente para a organização do evento. Testemunhamos o recebimento de uma inscrição por minuto. Ficamos perplexos e muito felizes pelo interesse desta legião de mountain bikers que abrilhantou o mais importante evento Rebas. Faltando 40 dias para o pedal, a lista de espera chegou a registrar mais de 100 interessados. Infelizmente não foi possível, nesta edição a ampliação do número de vagas. Não era decisão coerente para garantir a segurança e cuidado aos participantes, devido à magnitude da logística envolvida na organização do SL.

Segue neste texto o registro de alguns fatos do Superando Limites 2010.

A Trilha

Sob Sol escaldante e baixíssima umidade do ar, nós, 300 bikers enfrentamos 100 km de trilha entre as Cidades de Santo Antônio Descoberto e Pirenópolis ritmados, sem dúvida, por muitos desafios. Compartilhamos estradões e paisagens de tirar o fôlego.

Vivenciamos a cada ano uma espécie de energia mágica que paira entre os participantes e organizadores deste evento e que funciona como incentivo e alavanca para a transposição de limites. A maior parte dos participantes consegue alcançar os seus objetivos, mesmo quando a meta é fazer 40, 60 ou 80 por cento da trilha. O clima é descontraído e de muito alto astral. Os bikers se apóiam. Pedalar muito, empurrar quando é necessário é a tônica. Vencemos o cansaço, algumas vezes, as dores e seguimos em frente. Os mais preparados, chegaram em Pirenópolis antes das 12:00 horas e os últimos, obstinados, chegaram ao anoitecer.

Ao longo de todo o percurso a imagem que fica é a de auto-superação e ao final, a chegada em Pirenópolis nada melhor que a merecida festa de recepção. Os Familiares deram um show à parte. Enriqueceram e validaram a festa vibrando com a chegada de cada um dos participantes que foram recebidos com muitos aplausos e os assovios harmônicos de apitos (estrategicamente distribuídos a cada participante).

Difícil não se emocionar com a recepção de chegada. Difícil não se sentir um astro do esporte. Enfim, com alegria e emoção sustentamos com todo orgulho a merecida e majestosa medalha que funcionou quase como um troféu, (rsrsrs) tamanho o peso.

No dia seguinte as caras boas e satisfeitas da turma Rebas revelou a animação. Tinha história para contar em todos os cantos de Pirenópolis e assim dar tom brilhante de encerramento ao nosso evento.

Muito especial tudo! Pirenópolis ESVERDEOU .
Entre participantes e familiares estimamos algo em torno de 600 pessoas.


O Projeto Deficiente Visual na Trilha

Queremos destacar uma merecida homenagem à equipe do Projeto Deficiente Visual na Trilha que compareceu em peso no Superando Limites 2010. Seis duplas representaram o projeto com alegria e perseverança. Enfrentaram todas as dificuldades com muito bom humor, ensinando a todos o que tudo é possível quando se tem determinação.


Bruno e Wallace

Rosi e Mariane

Beto e Thiago Leão

Miriam e Adauto

Ômega e Ailton

Branco e Reginaldo




A Organização

A organização das edições do Superando Limites deve ser tratada neste texto. Há em síntese, sempre presente o comprometimento de todos que compõe os comitês de organização deste evento para que tudo dê certo. A energia é positiva, invariavelmente o trabalho em equipe é coeso que faz com que o resultado seja positivo. A cada ano que passa um aspecto ou outro é aprimorado e seguimos aprendendo com os sucessos e problemas que surgem.

O Evento SL requer uma estrutura logística relativamente grande. O registro desta edição foi:

Transporte

6 ônibus - duas viagens; 5 caminhões para o trânsito de 300 bikes que são transportadas em dois momentos (Brasília - Santo Antônio e Pirenópolis - Brasília) totalizando 600 movimentações.

Alimentação

Os números ligados à alimentação também aparecem volumes suntuosos.
Foram 2,5 toneladas de alimentos. Além de água e gelo:

45 galões de água de 20 litros (1 tonelada);
2.520 mexericas;
2.160 bananas;
600 maçãs;
560 kilos de gelo.

Para garantir que os alimentos cheguem aos Pontos de Apoio com qualidade é imprescindível a atitude de responsabilidade e disposição da equipe (coordenação e apoiadores dos PA´s). Esta tarefa foi conduzida por um total de 15 pessoas.

Um agradecimento especial ao Odair que abraçou a responsabilidade de coordenação da equipe de apoio dos PA´s garantindo que tudo ficasse excelente. Esteve disponível desde 3:00 horas na manhã do dia do evento, para comprar meia tonelada de gelo que foi utilizado para servir as frutas e água, além de ter sido o responsável direto pela montagem do mais trabalhoso PC - o de número 3.

Por segurança, as mercadorias dos PA´s foram retiradas do CEASA no dia anterior ao evento e levadas à trilha. Armazenamos no PA-2 todo o estoque foi transportado na manhã de sábado. Aproximadamente 500 kilos de alimentos|gelo têm que ser primeiramente carregados no PA-2 e depois descarregados no PA-3, registrando uma movimentação de quase uma tonelada. Não é nada simples.

No dia posterior ao evento o coordenador dos PA´s conduziu ainda toda a logística reversa de devoluções do SL:

Barracas;
Tinas;
Galões vazios de água;
Caixas de isopor;
Mesas.

Apoio – Alimentação

Vale um destaque muito honroso às pessoas da localidade que nos auxiliaram na tarefa de atendimento nos PA´s. São pessoas excepcionais que sempre nos surpreendem pelo carinho em receber os participantes. Os PA´s 1 e 2 são locais particulares cedidos para o Grupo.

Algumas ações, entretanto, são voluntárias. Entendemos que devem ser registradas e valorizadas:

PA 1 - Sr. Vilmo e Sra. Diva (Bar do Vilmo) fazem questão de preparar um cafezinho para servir para os bikers. O PA abre às 7:30 horas, mas, aproximadamente 5:00 horas da manhã eles já estavam com tudo preparado tamanha a preocupação com o Evento.

PA 2 - Sr Yzuru e a Sra. Nilda , abrem a sua casa para nos receber. Ficou evidente o cuidado na arrumação de belas cestas de frutas e no esmero e impecável limpeza dos galões que utilizamos para servir a água.

As demais pessoas da localidade que nos auxiliam foram no total de 9 trabalharam com receptividade e energia positiva. Entendemos como uma troca muito válida. É interessante esta integração do evento com a comunidade local, revelou-se aos poucos como uma dimensão social do SL. As pessoas são remuneradas, recebem camiseta e as frutas ao final do evento são doadas à comunidade.

Apoio – Segurança

A estrutura de segurança aparece como um lastro fundamental para que o Superando Limites aconteça. Este ano foram 34 pessoas envolvidas no cuidado ao participante:

1 ambulância UTI;
1 médico;
8 brigadistas; 1 técnico de enfermagem;
1 socorrista;
1 ambulância da Prefeitura de Corumbá;
1 viatura do Corpo de Bombeiro de Pirenópolis

Contamos também com o apoio voluntário e vital da equipe de radioamadores – o Grupo Rádio e Expedição Mutum e do Coordenador dos trabalhos de trilha – Sérgio Gusmão, conhecido como Pão de Queijo. Esta equipe adicionou 9 pessoas que ficaram atentas o tempo todo no movimento da trilha. Para vocês terem uma idéia da importância do trabalho desta equipe, só definimos a data do SL após a confirmação da disponibilidade de todos estarem conosco.

Agradecemos com ênfase a participação e empenho desta turma que garantiu a viabilidade e tranqüilidade do evento:

Douglas (moto)
Pão de Queijo (carro)
Júlio (moto)
Alexandre (moto)
Guimarães (carro)
Valdir (Pick up)
Marx Crishel e Chiller que cuidaram da Antena Repetidora que foi instalada em Corumbá.
12 guias que conduziram as ondas em Corumbá liderados pelo Guia Kaká.

Um apoiador desde a primeira edição do Superando Limites, o Carlos Dornelles (Gordinho) da Loja Cycling , fecha esta lista porque não poupou esforços para acionar e agilizar a chegada do helicóptero do Corpo de Bombeiros de Brasília para o socorro ao nosso amigo Reinaldo que se acidentou na trilha.

Somando tudo, foram 34 pessoas cuidando da segurança dos participantes.

Apoio – Comissão de Recepção

A Super Comissão de Chegada fez como sempre muito bonito e tem um papel importante de acolhimento aos cansados e alegres bikers. Há nos bastidores bastante trabalho envolvido. O número de 300 malas foi retirado dos ônibus e levadas para o local de chegada do SL, uma vez que os ônibus não vão até a Rua do Rosário.

A equipe abraçou esta tarefa e ainda recepcionou cada um dos participantes com a entrega das medalhas fechando com o registro das fotos:

Carlos Onofre, Coordenador da equipe com seus filhos Gustavo e Guilherme
Jeff e Fernanda
Magda Bicudo
Najara (filha do amigo Alsene)
Silvana Telles

Parabéns e muito Obrigada pela a ajuda! Vocês arrebentarammmmmmmm!!!!


Apoio – Mecânico

A equipe de apoio mecânico nos oferece uma força tarefa que garante a continuidade do percurso de inúmeros bikers. Nem sempre é uma equipe identificada com facilidade porque se mistura aos pedalantes nos inestimáveis socorros. Liderados por um dos mais antigos Rebas, amigo e excelente mecânico o Antonio da Biketech. Um espaço de reverência e agradecimento a esta turma:

Mecânicos - bikers
Antonio e Chicão – Biketech
Marcelo – Bikeaula

Mecânicos – Lojas
PA1 e PA3 - Diego da Eco Pedal
PA2 - Leandro Bike Sport

Apoiadores Institucionais

A Sra. Déborah Beires Cruvinel - Secretária de Turismo de Corumbá que teve um carinho enorme em nos receber disponibilizando uma ambulância; um DJ e a surpreendente banda local para a recepção no Posto de Corumbá.

Confira a Recepção em Corumbá...

O Sr. Sérgio Rady - Secretário de Turismo de Pirenópolis que disponibilizou a infra-estrutura de chegada e facilitou nossos contatos com o Corpo de Bombeiros.

O Rebão Tiago Mendes, responsável pelo Marketing do Shopping Boulevard que disponibilizou toda a infra-estrutura segura no Shopping.

Karine Pagotte, responsável pelo Marketing do Terraço Shopping que em mais esta edição disponibilizou o valioso espaço para o Congresso Técnico.

Tom da Ciclo Trilha e Ronaldo do Rodas da Paz pelo empréstimo de barracas.

Neuzeli, um dos Rebas também todos os anos presente no evento e nos bastidores. Produziu por meio da sua empresa Etigraf todos os adesivos e as placas de bikes utilizados no evento.

Sra. Cora da Pousada Vivenda Verde em Pirenópolis por disponibilizar recursos (mesas e o espaço da Pousada) na recepção dos participantes.

Comissão de Organização do Superando Limites 2010

Janice Pereira
Débora Alves
Eduardo Burgel
Fábio (Bauru) Malaguti
Arquimedes S. Santos
Maurício de Castro Oliveira

Enfim Amigos, entendemos serem necessários todos os destaques e citações feitas neste texto exatamente porque, apesar do Superando ser evento que requer a logística descrita, os apoiadores que se envolvem ano a ano revelam de forma muito significativa a sua boa intenção de contribuir para o brilho da festa. Destacamos que todas as ações citadas, mesmo advindas de alguns apoiadores remunerados, estes, cumpriram o seu papel muito além do esperado e com transparente satisfação.

Quanto ao empreendimento?

Não conhecemos entidade que assuma conduzir 300 pessoas em um pedal desta forma. Assumimos esta responsabilidade pelo simples prazer de reunir os amigos e permitir a experiência de um pedal seguro de longa distância. Estivemos em Pirenópolis nos dias 14 e 15 Agosto. Superamos, brindamos e nos divertimos bastante. É isto que fica em nossos corações.

Pedalando ou empurrando chegamos mais uma vez em Pirenópolis!

Coordenação do Grupo Rebas do Cerrado

______________________________


Recebemos muitos registros e mensagens de agradecimento que armazenamos com empenho para o registro da história Rebas.

Confira a cobertura completa!








Marca registrada Rebas do Cerrado - Nota de rodapé do site
Webdesigner: Débora Alves

A primeira versão deste site foi construída por Eliézer Roberto Pereira , Bob King, um dos fundadores do Rebas do Cerrado que infelizmente nos deixou em dezembro de 2004.

Posteriormente o nosso amigo Marcelino Brandão Filho, também fundador e coordenador do grupo por 6 anos, desenvolveu com dedicação ímpar uma nova versão. Marcelino faleceu em julho de 2013 e além do site deixou entre outros legados importantes a padronização dos procedimentos de operacionalização e condução dos eventos Rebas.

Mantemos a página principal o mais próximo possível do desenho original em homenagem aos dois fundadores.

As marcas Rebas® e Rebas do Cerrado®, bem como o logotipo® do grupo Rebas do Cerrado são Marcas Registradas® pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial(INPI), com todos os Direitos Reservados.